sexta-feira, 17 de julho de 2015

Bolo de maracujá natural, sem glúten e sem lactose

 

Muito gostoso, uma delícia saudável e saborosa.

Quatro ovos
Uma colher de gordura de coco
Uma xícara e meia de açúcar mascavo

Liquidifica tudo. Desliga e acrescente

Duas xícaras de farinha de arroz integral
Um quarto de xícara de polvilho
Polpa de dois maracujás com as sementes
Meia xícara de água

Liquidifica de novo. Dá uma ajudinha com a colher. Adiciona

Uma pitada de sal rosa (ou sal marinho)
Uma colher de chá de bicarbonato
Uma colher de sopa rasa de fermento

Forno baixo (180°), meia hora ou até que a faca espetada no centro saia limpa.

Pra calda:

Polpa de um maracujá
Três colheres de mel
Um golinho de água

Levar ao fogo até ferver, mexendo sempre
Furar o bolo com um palito ou faca antes de distribuir a calda às colheradas.

Fim.

Smiley de boca aberta

Pão sem glúten DELICIOSO!


20150716_202757
Gente! Achei um pão pra chamar de meu. Muito gostoso, consistência ótima, sabor neutro, serve como base pra muitas receitas, acho que deve ficar ainda mais top com passas, com ervas, com parmesão (pra mim não, por que lactose aqui também não cai muito bem). Fácil demais e o melhor: RAPIDÍSSIMO! Fiz no ciclo ultra rápido da panificadora! Anota aí e testa que tenho certeza que vai ser sucesso na sua casa também. Sei que as medidas parecem esquisitas, mas são as medidas do copinho da panificadora e acho que assim fica fácil pra você medir aí tb! Baseei a receita nessa aqui ó, mas adaptei conforme meu gosto, minha disponibilidade de ingredientes e meu sexto sentido. Smiley de boca aberta
  • 2 ovos
  • 1 colher de sopa de aceto balsâmico
  • 210 ml de água morna
  • 1 colher de chá de sal marinho
  • 1 colher de sopa de açúcar mascavo
  • 480 ml de farinha de arroz integral
  • 140 ml de polvilho doce
  • 100 ml de amido de milho
  • 1 colher de sopa de liga neutra (aquele pó que se usa pra fazer sorvete, tem no mercado)
  • 1 colher de chá de fermento biológico seco
  • 1 colher de chá de fermento químico (desses de bolo mesmo)

Coloquei duas colheres de linhaça nessa. Mas isso é opcional e tua imaginação é que manda.
Liguei a máquina no ciclo ultra rápido (58 min). Com uma espátula, ajudei a misturar todos os ingredientes. Fica uma massa meio molenga, mas pra massa de bolo mole que pra pão. Parecia que não ia dar certo. Mas deu!
Assim que a maquininha avisou que estava pronto, testei com a faca pois estava meio desconfiada. A bichinha saiu limpinha então desenformei o pão. Não esperei esfriar nada! Comemos metade dele ainda quente, casquinha crocante, massa fofinha, hmmmm…
Sim, existe vida sem glúten, minha gente!